Joomla TemplatesWeb HostingFree Money
gototopgototop

Publicidade

Página Inicial Fórum
Bem-Vindo, Visitante
Nome de Usuário Senha: Lembrar-me

Uso do ultrassom na otimização dos protocolos de irrigação dos canais radiculares.
(1 vendo) (1) Visitante
Esta categoria agrega os tópicos de discussão sobre as substâncias utilizadas durante a fase de limpeza e modelagem do tratamento Endodôntico e também sobre os protocolos de utilização dessas substâncias.
  • Página:
  • 1

TÓPICO: Uso do ultrassom na otimização dos protocolos de irrigação dos canais radiculares.

Uso do ultrassom na otimização dos protocolos de irrigação dos canais radiculares. 3 anos, 2 mêses atrás #9

A irrigação, bem como as substâncias químicas utilizadas na mesma, são de grande importância no tratamento endodôntico, sendo responsáveis por parte da desinfecção, remoção de debris, lubrificação durante o preparo mecânico e limpeza das paredes para a obturação. Assim, quaisquer métodos que possam otimizar essa fase do tratamento, devem ser agregados ao mesmo.
A utilização dos aparelhos de ultrassom, tem sido relatada na literatura, como uma ótima opção de irrigação ativa através dos insertos do mesmo, ou como um ativador da substâncias no interior dos condutos. Como por exemplo a ativação do EDTA na fase de remoção de Smear Layer. Quais métodos estão disponíveis para utilização do ultrassom rotineiramente no tratamento? Quais melhorias poderiam ser alcançadas com a utilização desses protocolos?
Abraço a todos.

Prof. Nilton Vivacqua
Última Edição: 2 anos, 11 mêses atrás Por Prof. Nilton Vivacqua.

Re: Uso do ultrassom na otimização dos protocolos de irrigação dos canais radiculares. 3 anos, 2 mêses atrás #12

Acho muito importante diferenciar substância química auxiliar (clorexidina e NaOCl) e substância irrigadora - soro. O irrigante deve ser usado em abundância e de forma vigorosa com agulhas de tamanho e calibre adequados. Experimentem ativar o EDTA com uma ponta de ultrasom e observem o aspecto do mesmo, a limpeza é muito boa.
Última Edição: 2 anos, 11 mêses atrás Por Prof. Nilton Vivacqua.

Re: Uso do ultrassom na otimização dos protocolos de irrigação dos canais radiculares. 3 anos, 2 mêses atrás #17

O ultrassom também pode realizar outras etapas endodônticas, como remoção de núcleos, seu principal trunfo, o acesso a canais calcificados com muita precisão e delicadeza, a termoplastificação da obturação com condesação lateral ultrassônica, remoção de instrumentos fraturados, cirurgia parendodôntica, remoção de Ca(OH), remoção cuidadosa de selamentos coronários da câmara pulpar e ativação do EDTA.
Última Edição: 2 anos, 11 mêses atrás Por Prof. Nilton Vivacqua.

Re: Uso do ultrassom na otimização dos protocolos de irrigação dos canais radiculares. 3 anos, 2 mêses atrás #23

Pienso que la efectividad de la irrigación está en la activación ultrasónica, y no depende tanto de la sustancia irrigante. Creo que el protocolo de irrigación debería contemplar la activación como una rutina. Saludos (mi portuges es muy básico, disculpas)

Tradução:
Eu penso que a eficácia da irrigação está a ativação ultra-sônica, e que ela não depende tanto da substância irrigante utilizada. Acredito que o protocolo de irrigação deve incluir sempre essa ativação, como rotina. Saudações (meu português é muito básico, me desculpem).
Última Edição: 2 anos, 11 mêses atrás Por Prof. Nilton Vivacqua.
Os seguintes usuários disseram Obrigado: Prof. Nilton Vivacqua

Re: Uso do ultrassom na otimização dos protocolos de irrigação dos canais radiculares. 3 anos, 2 mêses atrás #25

A ativação pelo ultrassom com certeza melhora muito a limpeza das paredes, a desinfecção e o desbridamento do conteúdo intracanal, como restos pulpares, dentinários, etc. Isso pode ser visto em diversas publicações na literatura como Kuah et al. (J Endodon 2009), Dadresanfar et al. (J Oral Sci 2011) e Harisson et al. (Int End J 2010). Assim, a recomendação é de utilizá-lo como rotina na agitação da substância química auxiliar, otimizando ainda mais a limpeza das irregularidades do sistema de canais. Sondas lisas finas sob potência baixa (máx 30%), durante 1 minuto de agitação contínua, melhoram significativamente essa limpeza, removendo inclusive a smear layer que poderia prejudicar o selamento da posterior obturação.
Abraço a todos.

Prof. Nilton Vivacqua
Última Edição: 2 anos, 11 mêses atrás Por Prof. Nilton Vivacqua.
Os seguintes usuários disseram Obrigado: Ellen Maria Matos
  • Página:
  • 1
Tempo de criação da página: 0.18 segundos

Catálogo de Instrumentais e Materiais

Title

Title

Title

Title

Title

Title

Title

Title

Title

Title